A Internacional

__ dementesim . . Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem. . _____ . Quem luta pelo comunismo Deve saber lutar e não lutar, Dizer a verdade e não dizer a verdade, Prestar serviços e recusar serviços, Ter fé e não ter fé, Expor-se ao perigo e evitá-lo, Ser reconhecido e não ser reconhecido. Quem luta pelo comunismo . . Só tem uma verdade: A de lutar pelo comunismo. . . Bertold Brecht

sábado, setembro 12, 2009

33ª edição da Festa do “Avante!”

http://4.bp.blogspot.com/_EdNQ3oQR0_c/SmaYvU7qlwI/AAAAAAAABtA/Nmwc0yMjUWg/s400/Imagem033.jpg


“Não há festa como esta”
.
Sofia Moreira | 11-09-2009
.

Realizou-se a 33ª edição da Festa do “Avante!” que contou com a Gala de Opera na abertura da mesma. Milhares de pessoas passaram pela Quinta da Atalaia, no Seixal onde assistiram a diversos concertos, peças de teatro, exposições, debate, entre muitas outras actividades culturais e desportivas.




Muitos foram os palcos distribuídos pelo recinto da Festa do Avante, que receberam os mais diversos estilos musicais. No palco 25 de Abril os concertos que tiveram mais espectadores foram os Clã, Peste & Sida, Ska P e David Fonseca.
.

O Espaço Central, o Espaço Internacional, a Feira do livro e a Feira do Disco estiveram em destaque contando com a visita de muitas pessoas.

.

Jerónimo de Sousa, Secretário Geral do PCP no comício referiu que esta “é e será sempre a Festa da cultura, da amizade, da fraternidade e da solidariedade internacionalista, como ficou mais uma vez bem patente este ano de forma bem marcada. Uma festa que é um enorme abraço solidário entre todos aqueles que por esse mundo fora travam, nas mais diversas condições, importantes lutas pelo presente e o futuro dos trabalhadores e dos povos, e da própria Humanidade.”

.

Salientou o facto de que “realizamos a nossa Festa do Avante de 2009 num momento excepcional da vida do país. Excepcional porque vivemos uma situação de grave crise e de grandes dificuldades para o nosso povo e excepcional porque temos pela frente duas importantes batalhas eleitorais – para a Assembleia da República e para as Autarquias Locais – que são uma oportunidade para mudar o rumo do país e a vida de muitas das nossas terras, dos nossos concelhos e freguesias.”

.

Acrescentou ainda que “nestes quase cinco anos de Governo PS de José Sócrates o balanço da sua governação não podia ser pior e as consequências mais desastrosas para a vida dos portugueses. Prolongou a situação de estagnação e levou o país até à recessão, ao agravamento dos nossos défices crónicos, ao crescimento avassalador da dívida externa e ao endividamento geral das famílias e empresas.”

.

Jerónimo de Sousa apelou ao voto para “uma CDU mais forte”.

.

in Jornal do Barreiro

.

.

Sem comentários: